• Clinica NeuroGandolfi

Asma: para respirar livre, prevenção é um grande remédio!

Atualizado: Mai 18


É bem provável que a asma vai acompanhar seu filho para toda a vida, com momentos de maior número de crises e outros mais tranquilos. Não existe "cura" para a asma, mas hoje já se conhece muito sobre a doença e é possível ter uma vida completamente normal e viver tanto e tão bem como quem não tem a doença.


Por ter um componente genético, hereditário, provavelmente outras pessoas na família também tem asma, mas nem todos vão ter a doença da mesma forma. Isto porque os fatores que desencadeiam a crise variam de pessoa para pessoa, cada um tem os seus! Preste muita atenção e procure identificar o que costuma desencadear as crises no seu filho. Os mais comuns são ácaros (que são bichinhos microscópicos que vivem em vários locais da casa, principalmente em travesseiros, sofás e na poeira doméstica), pólen, cheiros fortes de perfumes ou de produtos de limpeza, fumaça, cigarro, poluição do ar, pelos de animais domésticos… muitas coisas. Nós chamamos esses fatores de “gatilhos” que é o que provoca a crise. Evitar esses gatilhos é muito importante, desta maneira você está dando o primeiro é o mais importante passo para evitar as crises da asma.


Existem estudos médicos bastante definidos para classificar a intensidade da doença em cada pessoa e assim definir qual dos medicamentos para uso diário, que ajudam a evitar as crises e exacerbações da asma, pode ser indicado para seu filho. Este tratamento de “manutenção" é muito eficaz e são esses medicamentos que vão ajudar a prevenir as crises de tosse e chiado de peito, permitindo uma vida tranquila e com qualidade. Mas só o médico é que pode orientar o tratamento adequado para cada um. O que serve para uma pessoa pode não servir para outra. Lembre-se que a asma tem características individuais muito marcantes.


Mesmo com todos os cuidados para evitar os "gatilhos" e fazendo direitinho os remédios de manutenção para prevenir as crises, elas podem chegar novamente. Saiba exatamente o que fazer se isto acontecer. Converse previamente com seu médico e sempre tenha em casa os medicamentos que devem ser utilizados nas crises, que são medicamentos ou doses quase sempre diferentes dos usados para prevenir a doença. E se sentir que uma crise está começando, não deixe evoluir. Quanto antes o tratamento correto for administrado, melhor. Se for viajar, não esqueça de levar estes medicamentos. Ambientes novos podem ter “gatilhos” inesperados.


Procure por exercícios que aumentem a capacidade respiratória. Exercitar os músculos que utilizamos normalmente para respirar nos deixa mais bem preparados para uma crise. Natação é um excelente exemplo, e a fisioterapia também pode auxiliar muito para respirar melhor.


LEIA TAMBÉM:

Xarope para tosse: Precisa?

Tosse: o que posso fazer para aliviar?

Umidificador de Ar: Pode?

Tosse: Cuidado com os corticoides!

Nebulização, espaçadores, bombinhas e vaporizações: Quais a sua dúvida?


#asma #prenvencão #medicacaodecrise #medicacaoparaprevenir #cuidadosinfantis #mamaecuida #cuidadosnainfancia


Dra. Valéria Gandolfi Geraldo

Pediatria - Neurologia Pediátrica

CRM-SP: 105.691 / RQE: 26.501-1


0 visualização

Rua Dr. Pedro Costa, 483 - 3o. andar, sala 32, Centro, Taubaté - SP

CEP: 12.010-160  -  Tel: (12)-3621.4846 / Celular e whatsApp: (12) 97401. 8970  

E-mail: neurogandolfi@hotmail.com  -  Atendimento secretaria: Segunda a sexta das 9h às 16h

©  2020 por Clínica Neurológica Gandolfi.

  • Autismo na web
  • Facebook Social Icon
  • Instagram Social Icon