top of page
  • Foto do escritorClinica NeuroGandolfi

Desvendando a Enxaqueca na Infância

Atualizado: 22 de jan.



Desvendando a Enxaqueca na Infância: Considerações Importantes para o Diagnóstico e Cuidado


A enxaqueca na infância é um desafio delicado que requer compreensão e abordagem cuidadosa. Vamos explorar algumas considerações gerais cruciais sobre o diagnóstico desse quadro em crianças, visando fornecer informações valiosas para pais e cuidadores.


1. Reconhecendo Sintomas em Crianças:

  • A enxaqueca infantil pode se manifestar de maneira diferente do padrão adulto. Além de dores de cabeça intensas e pulsantes, sintomas como náuseas, vômitos, sensibilidade à luz e som podem ocorrer. Observar mudanças no comportamento da criança durante e entre as crises é fundamental.


2. Diagnóstico Diferencial:

  • É importante diferenciar a enxaqueca de outras condições que podem causar dores de cabeça em crianças, como problemas de visão, tempo excessivo de exposição a telas/tecnologia, sensibilidades e alergias alimentares, intolerância à lactose, sinusite e tensão muscular. Uma avaliação abrangente ajuda a determinar a natureza das dores de cabeça e a direcionar o tratamento apropriado.


3. Histórico Detalhado:

  • Obter um histórico detalhado é crucial para o diagnóstico. Perguntas sobre a frequência, duração e características das dores de cabeça, bem como eventos desencadeantes potenciais, são essenciais para compreender a natureza específica da enxaqueca na criança.


4. Avaliação Multidisciplinar:

  • O diagnóstico de enxaqueca na infância frequentemente envolve uma equipe multidisciplinar. Pediatra, Neurologista Pediátrico com Expertise em Cefaléias, Oftalmologista, Odontopediatra, Nutricionista e Otorrinolaringologista, podem colaborar para uma avaliação abrangente, incluindo exames neurológicos e, ocasionalmente, exames de imagem.


5. Fatores Desencadeantes:

  • Identificar fatores desencadeantes é crucial. Mudanças na rotina, falta de sono, estresse e certos alimentos podem contribuir para as crises. Identificar e gerenciar esses fatores pode ajudar a reduzir a frequência e a intensidade das dores de cabeça.


6. Abordagem Terapêutica Personalizada:

  • O tratamento da enxaqueca infantil é altamente personalizado. Além de medicamentos, podem ser exploradas abordagens não farmacológicas, como mudanças no estilo de vida, terapia cognitivo-comportamental, medicina integrativa e funcional e técnicas de relaxamento.


Na Clinica NeuroGandolfi, compreendemos a complexide da enxaqueca infantil e estamos comprometidos em oferecer avaliação e cuidados especializados. Se seu filho apresenta sintomas de enxaqueca, estou aqui para fornecer apoio, diagnóstico preciso e opções de tratamento adaptadas às necessidades específicas da criança.


Dra. Valéria Gandolfi Geraldo

Pediatria - Neurologia Pediátrica

CRM-SP: 105.691 / RQE: 26.501-1


Sugestão de Leitura:

1 visualização0 comentário
bottom of page