• Clinica NeuroGandolfi

Diagnóstico de autismo na vida adulta: É possível?


Diagnóstico de autismo na vida adulta: É possível?

❇️SIMM! Infelizmente, há muito adulto autista sendo “tratado” como Bipolar, Esquizofrenia, Psicose, Depressão, Ansiedade, Deficiência Intelectual e qualquer outro transtorno mental e comportamental, sem terem o diagnóstico de Transtorno do Espectro Autista (TEA).


➡️O diagnóstico de TEA pode mudar a qualidade de vida deles e de todos ao seu redor, amenizando o sofrimento e proporcionando o autoconhecimento.


❗️O TEA, normalmente, é diagnosticado na infância, e seus sintomas tem que estar presentes antes dos 3 anos de idade e causar prejuízo clinicamente significativo no funcionamento social, profissional ou em outras áreas importantes da vida do indivíduo no presente.


👉Entretanto, esses sintomas podem não se tornar plenamente manifestos até que as demandas sociais excedam as capacidades limitadas ou podem ser mascarados por estratégias aprendidas mais tarde na vida. Esses são os casos de pessoas que são só diagnosticadas na vida adulta, o TEA nível I, sem atrasos significativos da fala e cognitivos.


👉Essas pessoas tiveram dificuldades de comunicação, interação social e comportamentais na infância e adolescência, mas que não foram diagnosticados e nem receberam terapia comportamental. Na vida adulta, acabam sendo diagnosticadas, por exemplo, com ansiedade ou depressão, por não se sentirem incluídas da sociedade, e o TEA não é visto.


👉Muito frequentemente um familiar de uma criança TEA, durante o processo diagnóstico do pequeno, acaba percebendo em si alguns sinais e traços comportamentais relativos ao transtorno.


❗️Como na infância e adolescência, o diagnóstico de TEA na vida adulta é clinico e complexo. Para nos ajudar nesse processo, foram criadas duas escalas extremamente específicas e bem definidas para fechar o diagnóstico de TEA.

➡ ADOS-2: escala de observação.

➡ ADI-R: escala de entrevista.


😉Sinais de alerta de TEA na vida adulta:

⚠️Se você é um adulto com dificuldades significativas de interação social procure um médico com expertise em autismo, o diagnóstico correto sempre direciona um prognóstico melhor!


🤔Se ficou com dúvida entre em contato, conosco!


#autismovidaadulta


Dra. Valéria Gandolfi Geraldo

Pediatria - Neurologia Pediátrica

CRM-SP 105.691 - RQE: 26.501-1

3 visualizações0 comentário

Posts recentes

Ver tudo