Buscar
  • Clinica NeuroGandolfi

Teste do pezinho: existe tipos diferentes? Sim, existe!


👉Com esse teste, podemos detectar precocemente doenças na tentativa de tratar e garantir à criança um crescimento saudável. São doenças progressivas, que, às vezes, não se manifestam de imediato, mas se não forem detectadas e tratadas podem até levar à óbito.


👉 O ideal é que o teste do pezinho seja realizado entre o 3º e o 5º dia de vida.


👣Teste do pezinho básico: testa 6 doenças (Deficiência de biotinidase, Hiperplasia adrenal congênita, Fibrose cística, Hipotireoidismo congênito, Fenilcetonúria e Doença falciforme e outras hemoglobinopatias)


👣Teste do Pezinho Ampliado: testa 10 doenças (Inclui todas as 6 do teste básico + Galactosemia, Leucinose, Toxoplasmose congênita e Deficiência de G6PD).⠀


👣Teste do Pezinho Expandido ou Plus: testa 52 doenças (Inclui todas as 10 do Teste Ampliado + 40 Erros Inatos do Metabolismo + Sífilis congênita + Rubéola congênita).


👣Teste do Pezinho Master: testa 54 doenças (inclui todas as 52 do Teste do Pezinho Plus + Citomegalovírus congênito + Doença de Chagas congênita)


👣Teste do Pezinho para SCID e AGAMA (Triagem para Imunodeficiências Congênitas - SCID , Agamaglobulinemia e outras linfopenias de células T e B): qualquer uma das versões anteriores, podem ser complementadas por esse teste, que detecta um grupo de doenças genéticas graves, nas quais não há produção de células de defesa T e/ou B, nem de anticorpos protetores.⠀


⚠️O Teste do pezinho básico é o realizado pelo SUS em todo o território nacional. Já o Instituto Jô Clemente, antiga APAE São Paulo, realiza os demais, para casos específicos.


🧬Os testes do pezinho anteriores podem ainda ser complementados com o Teste da Bochechinha (Primeiro Dia), que é um exame genético capaz de identificar precocemente mais de 310 doenças graves, silenciosas e tratáveis, desenvolvidas na primeira infância. Ele pode ser colhido já no 1 º dia de vida. Algumas doenças analisadas pelos Testes do Pezinho Básico, Ampliado, Plus, Master e SCID e AGAMA também possuem causas não genéticas, portanto não serão analisadas pelo Teste da Bochechinha.


🤔Qual #testedopezinho seu filho fez? Conte nos comentários😉.

Dra. Valéria Gandolfi Geraldo

Pediatria - Neurologia Pediátrica

CRM-SP 105.691 - RQE: 26.501-1

8 visualizações0 comentário

Posts recentes

Ver tudo