• Clinica NeuroGandolfi

Uso de medicamentos nos transtornos neurobiológicos - Transtornos do neurodesenvolvimento

Atualizado: 10 de Out de 2020


ūüíäN√£o h√° uma medica√ß√£o ainda dispon√≠vel para cura dos transtornos do neurodesenvolvimento, ou seja, nenhuma medica√ß√£o ser√° capaz de regredir os sintomas pr√≥prios destas condi√ß√Ķes.


‚ö†ÔłŹ O diagn√≥stico preciso das condi√ß√Ķes coexistentes orienta a terapia medicamentosa.


ūüíäA medica√ß√£o √© usada para ajudar a gerenciar:

  • Transtornos mentais e comportamentais coexistentes, como TDAH, transtornos do humor ou transtornos de ansiedade.

  • Comportamentos ou sintomas de problemas associados, causando comprometimento e ang√ļstia significativos, como: agress√£o, comportamento autolesivo, dist√ļrbio do sono, instabilidade do humor, ansiedade, hiperatividade, impulsividade e desaten√ß√£o.


ūüö®S√≥ deve ser considerada medica√ß√£o, ap√≥s:

  • Analise funcional dos comportamentos problemas: essa an√°lise deve orientar o desenvolvimento de um plano de tratamento no ambiente escolar e familiar.

  • Analisar se o comportamento serve como comunica√ß√£o de ang√ļstia ou recusa.

  • O terapeuta comportamental ir ao domic√≠lio e √† escola e avaliar as raz√Ķes do comportamento, fornecer orienta√ß√Ķes e treinamentos de estrat√©gias √† fam√≠lia, cuidadores e escola no manejo desses comportamentos problemas. Ele elabora programas de ensino para reduzir comportamentos inapropriados.

  • Hist√≥rico cuidadoso e f√≠sico para procurar fatores m√©dicos que possam causar ou exacerbar comportamentos desafiadores, como, por exemplo, refluxo gastroesof√°gico e fontes agudas de dor, como otite m√©dia, les√£o dent√°ria, fratura e outros.

  • Com as condi√ß√Ķes m√©dicas trat√°veis descartadas e fatores comportamentais avaliados e, se a interven√ß√£o n√£o conseguir resolve-los, est√° indicado medicamento.


‚ĀČÔłŹE quais s√£o esses medicamentos:

  • Para os Comportamentos de agress√£o, comportamento autolesivo, estereotipias em excesso, instabilidade do humor, ansiedade, disruptivos, transtorno do controle de Impulsos e da conduta, hiperatividade, impulsividade e desaten√ß√£o: o aripriprazol ou a risperidona.

  • Para o quadro de tique, a clonidina.

  • Para os dist√ļrbios do sono, o suplemento melatonina.

  • Para os outros Transtornos mentais e comportamentais coexistentes, os psicoestimulantes, os estabilizadores do humor e os antidepressivos.

‚ö†ÔłŹOs psicoestimulantes s√£o indicados apenas nos casos com QI (quoeficiente de intelig√™ncia) acima de 70, acima de 6 anos de idade, sem comportamento autolesivo e sem transtorno depressivo ou bipolar.


‚ö†ÔłŹO treinamento de pais, cuidadores e escola se revela um procedimento indispens√°vel e bastante efetivo no tratamento de crian√ßas e adolescentes com comportamentos problemas. As t√©cnicas de modifica√ß√£o de comportamentos eliminam do repertorio do sujeito os comportamentos inadequados, generalizam comportamentos adequados e estabelecem formas adequadas de agir socialmente.


‚ĚĆūüöęA classe dos benzoazep√≠nicos, devido ao seu poder aditivo, ou seja, de causar depend√™ncia e s√≠ndrome de abstin√™ncia, n√£o √© usado na sa√ļde mental da inf√Ęncia e adolesc√™ncia.


‚ö†ÔłŹEm pacientes com antecedentes de crises epil√©pticas ou epilepsia, n√£o podemos esquecer das intera√ß√Ķes medicamentosas e piora das crises com o uso de algumas classes de drogas. Antes de iniciar qualquer medicamento, consulte o seu neurologista!


#autismo #autista #tdah #tique #transtornodacomunicac√£o #transtornododesenvolvimentomotor #deficienciaintelectual #apraxiadafala #atrasoglobaldodesenvolvimento #transtornodoneurodesenvolvimento #transtornosneurobiologicos


Dra. Valéria Gandolfi Geraldo

Pediatria - Neurologia Pedi√°trica

CRM-SP 105.691 / RQE; 26.501-1

1 visualização0 comentário

Posts recentes

Ver tudo