top of page
  • Foto do escritorClinica NeuroGandolfi

Viagem de Avião com Crianças no Espectro do Autismo: Dicas para uma Jornada Segura e Tranquila!


Viagem de Avião com Crianças com Transtorno do Espectro do Autismo (TEA): Dicas para uma Jornada Segura e Tranquila!

Viajar de avião com crianças já pode ser desafiador, e quando se trata de crianças com Transtorno do Espectro do Autismo (TEA), é crucial realizar um planejamento cuidadoso para garantir uma jornada suave e segura. Compreender as necessidades específicas da criança, criar um ambiente familiar e antecipar possíveis desafios são passos essenciais para tornar a experiência de viagem positiva para todos os envolvidos. Neste guia, exploraremos dicas práticas para facilitar a viagem de avião com crianças com TEA.


Planejamento Antecipado: A Chave para uma Viagem Bem-Sucedida

1. Escolha de Voos Estratégicos:

  • Opte por voos em horários mais tranquilos, evitando os períodos de pico que podem ser mais estressantes para a criança.

  • Evite escalas excessivas, pois podem aumentar a ansiedade e desconforto.

2. Comunique-se com a Companhia Aérea:

  • Informe a companhia aérea sobre a condição da criança com antecedência.

  • Pergunte sobre políticas específicas da companhia para passageiros com necessidades especiais.

3. Escolha de Assentos:

  • Opte por assentos próximos ao corredor para facilitar a movimentação e garantir acessibilidade.

  • Verifique se é possível selecionar assentos com espaço adicional, se necessário.

Preparação Sensorial: Minimizando Estímulos Desconfortáveis

4. Itens Sensoriais Familiares:

  • Leve itens sensoriais familiares, como brinquedos preferidos, cobertores ou travesseiros, para proporcionar conforto à criança.

  • Considere o uso de fones de ouvido ou abafadores de ruído para minimizar estímulos sonoros.

5. Vestimenta Adequada:

  • Escolha roupas confortáveis, considerando possíveis variações de temperatura na aeronave.

  • Esteja preparado para mudanças climáticas no destino final.

Estratégias para a Jornada no Aeroporto: Adaptação Gradual e Comunicação Efetiva

6. Chegada Antecipada:

  • Chegue ao aeroporto com tempo suficiente para permitir uma adaptação gradual ao ambiente.

  • Evite a pressa, criando um ambiente mais tranquilo para a criança.

7. Comunicação com a Tripulação:

  • Informe a equipe de bordo sobre a condição da criança e suas necessidades específicas.

  • Esteja aberto à colaboração com a equipe para tornar a viagem mais confortável.

Kit de Emergência e Entretenimento Personalizado

8. Kit de Emergência:

  • Mantenha um kit de emergência com medicamentos essenciais, documentos, informações de contato e itens reconfortantes.

  • Certifique-se de ter acesso fácil a itens essenciais durante o voo.

9. Entretenimento Personalizado:

  • Leve brinquedos ou dispositivos eletrônicos com atividades preferidas da criança.

  • Considere aplicativos interativos ou vídeos educativos para entretenimento durante o voo.

Manutenção da Rotina e Comunicação com a Criança

10. Rotina de Sono:

  • Mantenha a rotina de sono da criança, incentivando o descanso durante o voo.

  • Considere trazer itens associados à hora de dormir, como um cobertor ou brinquedo reconfortante.

11. Diálogo Antecipado:

  • Explique à criança a viagem de avião com antecedência, utilizando linguagem visual, se necessário.

  • Peça ao analista do comportamento para criar uma história social que represente a jornada.

Conclusão: Uma Experiência Positiva para Toda a Família

Ao adotar essas medidas cuidadosas, os pais e cuidadores podem proporcionar uma experiência mais tranquila e segura durante a viagem de avião com crianças com TEA. O planejamento antecipado, a consideração das necessidades sensoriais e a criação de um ambiente adaptado são elementos essenciais para garantir o conforto e o bem-estar da criança e de toda a família.


Lembrando sempre que cada criança com TEA é única, é fundamental ajustar essas dicas de acordo com as necessidades específicas do indivíduo. Consultar profissionais de saúde e buscar a orientação de especialistas em TEA pode oferecer insights valiosos e personalizados para garantir uma jornada segura e agradável para todos. Com paciência, compreensão e preparação adequada, as viagens de avião podem se tornar momentos positivos de crescimento e aprendizado para as crianças com TEA e suas famílias.


Dra. Valéria Gandolfi Geraldo

Pediatria - Neurologia Pediátrica

CRM-SP 105.691 - RQE: 26.501-1

7 visualizações0 comentário

Comments


bottom of page