O que é Teleconsulta?

Atendimentos  em Telemedicina (à distância) durante o distanciamento social:

Com o avanço do COVID-19, foi publicado,  em 19/03/2020, pelo Conselho Federal de Medicina, o ofício 1756/20 e, pelo Ministério da Saúde, a Portaria No 467, em 23/03/2020, no Diário Oficial, regulamentando, em caráter excepcional e até durar a pandemia, algumas práticas da telemedicina. 

Informamos que a Clinica Neurológica Gandolfi  já iniciou atividades médicas  à distancia, à fim de preservar a segurança e o bem comum de todos,  na seguinte modalidade:


✔ Teleconsultas  sincrônicas: consulta médica em que o paciente encontra-se distante fisicamente do profissional de saúde, sendo a interação imediata entre eles ou a resposta fornecida num curto período de tempo, através de videoconferência ou aplicativos de vídeo-chamadas utilizando computadores, tablets ou smartphones para a função. 

No momento do agendamento da consulta virtual, será enviado um  Termo de Consentimento Informado para consulta à distância ao responsável legal do paciente. 

Caso tenha exames para entregar, o encaminhamento deverá ser feito no dia anterior da consulta, diretamente por WhatsApp ou e-mail. Login e senha do laboratório onde o exame foi realizado também poderão ser enviados para facilitar.

No final do atendimento, caso for necessário, será enviado, via e-mail, receitas simples, receitas de controle especial, atestados médicos e solicitação de exames, que serão assinados por assinatura eletrônica, por meio de certificado e chave emitido pela infraestrutura de Chaves Públicas Brasileira  (ICP-Brasil). Caso o paciente precise destes documentos impressos, a forma de entrega deverá ser acordada com a nossa central de agendamento. 

De acordo com a Portaria nº 467, de 20 de março de 2020, do Ministério da Saúde, o profissional deve usar assinatura eletrônica, por meio de certificados e chaves emitidos pela Infraestrutura de Chaves Públicas Brasileira (ICP-Brasil). Além disso, o uso de dados associados à assinatura do médico deve ser feito de tal modo que qualquer modificação posterior possa ser detectável, além de observar os requisitos previstos em atos da Agência de Vigilância Sanitária (Anvisa)

Com a assinatura digital garantem-se autoria, integridade, autenticidade do documento, já que a tecnologia da ICP-Brasil criptografa o seu conteúdo no momento da assinatura, evitando alterações. E caso haja alguma tentativa, o documento mostra uma mensagem de erro ao ser aberto.Um documento com assinatura digital ainda garante que quem o assinou está ciente e de acordo com o seu conteúdo, já que o certificado digital identifica com segurança quem apôs sua assinatura, sem que o mesmo possa repudiar o ato assinado.

Os documentos assinados digitalmente não podem ser impressos. A  certificação digital foi desenvolvida para o meio eletrônico. Desta forma, todos os seus elementos, como assinaturas e documentos digitais, são válidos apenas digitalmente. O paciente deverá enviar  à farmácia o arquivo da receita, para verificação da assinatura através do Validador de Documentos Digitais do ICP-Brasil  e informar a Portaria nº 467, de 20 de março de 2020, do Ministério da Saúde,

De acordo com a Anvisa, a assinatura digital com certificados ICP-Brasil deve ser utilizada nas receitas de controle especial e nas prescrições de antimicrobianos. As receitas de controle especial são aquelas utilizadas para medicamentos que contenham substâncias das listas C1 e C5 e dos adendos das listas A1, A2 e B1 da Portaria nº 344/ 1998 da Secretaria de Vigilância em Saúde/Ministério da Saúde. A possibilidade de assinatura digital com certificação ICP-Brasil não se aplica a outros receituários eletrônicos de medicamentos controlados, como os talonários de Notificação de Receita A (NRA), Notificação de Receita Especial para Talidomida, Notificação de Receita B e B2 e Notificação de Receita Especial para Retinoides de uso sistêmico

É importante lembrar que a telemedicina deve ser usada com cuidado e dentro dos preceitos éticos que mantenham a segurança do paciente. Portanto, pacientes com sintomas graves não devem ser atendidos à distância e sim procurarem emergência  mais próxima, para serem atendidos presencialmente e de imediato. 

O atendimento online  será previamente agendado. No horário, procure um ambiente tranquilo e que não possa ser interrompido. O paciente sempre deverá estar acompanhado de um adulto. Próximo ao horário agendado, você receberá um link para acesso ao ambiente virtual da consulta. Será preciso acesso a internet  e um computador ou notebook, com câmera e microfone, que possa ser mantido em um ponto fixo. Caso seja identificada a necessidade de exame físico, agendaremos um horário presencial.

Considerando as consequências da crise para o cotidiano das pessoas, a empresa não poderia deixar de contribuir nesse momento. 

Saúde é um setor essencial e as pessoas precisam continuar devidamente assistidas nas suas várias necessidades neste momento.  É um bem precioso, que não pode ficar para depois!

Sua saúde sempre foi e sempre será nossa razão de existir.

Para as famílias que concordarem com os atendimentos online, pedimos que sinalizem na nossa central de agendamento o seu interesse, para que marquemos o horário.

Desejamos que muito em breve possamos retomar nossas rotinas. Porém, para o momento, podemos usar a alternativa da tecnologia para não parar completamente as orientações e monitoramentos dos nossos pacientes.

Rua Dr. Pedro Costa, 483 - 3o. andar, sala 32, Centro, Taubaté - SP

CEP: 12.010-160  -  Tel: (12)-3621.4846 / Celular e whatsApp: (12) 97401. 8970  

E-mail: neurogandolfi@hotmail.com  -  Atendimento secretaria: Segunda a sexta das 9h às 16h

©  2020 por Clínica Neurológica Gandolfi.

  • Autismo na web
  • Facebook Social Icon
  • Instagram Social Icon