• Clinica NeuroGandolfi

Sinais de prontidão para iniciar os alimentos sólidos


❗Muitas mamães têm dificuldade em saber quais são os sinais de prontidão que seus filhos dão, antes de iniciar introdução de alimentos sólidos. ✅ Quando o bebê está pronto para receber alimentos, começa a dar sinais que indicam sua maturidade. ✅ Em média, é aos 6 meses de idade que todos os sinais estão presentes. Estes sinais são: ➡ Mostrar interesse pelos alimentos dos adultos: estar ansioso para participar na hora das refeições e tentando agarrar comida e colocá-la em sua boca; ➡ Saber levar brinquedos e objetos à boca: estar desenvolvendo o movimento de pinça, começando a tentar pegar os alimentos ou outros objetos pinçando-os entre o polegar e o indicador. Usando os dedos para raspar e prender o alimento na palma da mão (preensão palmar) não substitui o desenvolvimento do movimento de pinça. ➡ Ter o sinal de protrusão da língua diminuído e não empurrar automaticamente os sólidos para fora da boca com a língua;

➡️ Estar pronto e disposto a mastigar; ➡ Estar com a cabecinha mais firme: sustento cefálico completo;

➡️ Sentar bem sem apoio. ⭐ É fundamental que tudo ocorra no seu devido tempo, sem que haja uma tentativa de antecipação por parte dos pais.

⚠️ Importante: Esses também são os sinais de prontidão de crianças com atraso do neurodesenvolvimento ou qualquer distúrbio neurológico.

Infelizmente, é comum vermos pessoas que não sentam com apoio e até sem sustento cefálico, já com alimentos sólidos na dieta. Nesses pacientes, temos algumas considerações:


✔️se até 12 meses de idade gestacional corrigida e sem sinais de má nutrição, desnutrição, desidratação, broncoaspiração e problemas respiratórios e sem histórico de internações, manter o leite materno ou formula láctea infantil, associada a suplementação de ferro.


✔️se sinais de má nutrição, desnutrição, desidratação, broncoaspiração e problemas respiratórios e com histórico de internações, em qualquer idade gestacional corrigida, analisar a gravidade do caso e considerar uma gastrostomia, como via temporária ou até permanente.


✔️espasticidade bilateral grau V é contraindicação absoluta de dieta via oral.


✔️espasticidade bilateral grau IV sem disfagia e doença do refluxo gastroesofágico deverá ser posicionado em cadeira apropriada, que permita sentar bem com apoio e a cabeça bem sustentada na vertical para dieta via oral.


✔️espasticidade bilateral grau IV com disfagia e doença do refluxo gastroesofágico é contraindicação absoluta de dieta via oral.

A escala GMFCS (Gross Motor Function Measure ou Mensuração da Função Motora Grossa) está dividida em 5 níveis funcionais:

✔️Nível I: anda sem limitações

✔️Nível II: anda com limitações

✔️Nível III: anda utilizando algum destes recursos: bengalas, muletas e andadores anteriores e posteriores que não apoiam o tronco durante a marcha.

✔️Nível IV: auto-mobilidade com limitações, pode utilizar cadeira de rodas motorizada.

✔️Nível V: é transportado em cadeira de rodas manual.

Há uma série de coisas que você pode fazer para deixar o bebê participar nas refeições antes de iniciar os sólidos

✔️Deixe o bebê sentar com a família na hora da refeição – no colo, em um assento auxiliar ou no cadeirão.


✔️Dê ao bebê um copo de leite ordenhado ou fórmula láctea infantil adequada para a idade. Seu bebê pode entreter-se na hora da refeição enquanto aprende a usar o copo. 30 – 80 ml no copo devem ser o bastante (frequentemente para o dia inteiro). Muitas mães escolhem usar apenas uma pequena quantidade de leite materno para evitar desperdiçar o “ouro líquido” enquanto o bebê aprende a usar o copo.Ofereça goles no copo ou canudo. Mesmo que o bebê não tenha descoberto como usar um canudo ainda, você pode colocar seu canudo no leite, bloquear a ponta superior do canudo com o dedo para prender um pouco de leite no canudo e, em seguida, deixe o bebê beber da extremidade inferior do canudo (desbloquear a extremidade superior, uma vez que está na boca do bebê).


✔️Oferecer colheres de bebê, copos, tigelas e outros utensílios de alimentação para que o bebê possa manipular durante a hora das refeições. Dê ao bebê um cubo de gelo feito de leite materno (de tamanho e forma seguros para o bebê) ou em forma de gelo chips para brincar. Ofereça ao bebê um “tetolé” (picolé de leite materno) ou uma “raspadinha” de leite materno para comer com uma colher.

#sinaisdeprontidão #maternidade #cuidadosmaternos #maedeprimeiraviagem #bebe #recemnascido #mamae2020 #falapediatra #orgulhodapediatria


Dra. Valéria Gandolfi Geraldo

Pediatria - Neurologia Pediátrica - Desenvolvimento e Comportamento Infantil - Transtornos do Neurodesenvolvimento - Epilepsia

CRM-SP: 105.691 / RQE: 26.501-1

Rua Dr. Pedro Costa, 483 - 3o. andar, sala 32, Centro, Taubaté - SP

CEP: 12.010-160  -  Tel: (12)-3621.4846 / Celular e whatsApp: (12) 97401. 8970  

E-mail: neurogandolfi@hotmail.com  -  Atendimento secretaria: Segunda a sexta das 9h às 16h

©  2020 por Clínica Neurológica Gandolfi.

  • Autismo na web
  • Facebook Social Icon
  • Instagram Social Icon